Skip to main content

Texto: C.Brízido.

Conforme programado no calendário de actividades do Club, vários foram os sócios que participaram na edição de 2011 do Rallye Verde Pino, realizada no passado fim-de-semana de 8 a 10 de Abril.

Embora alguns se tenham deixado seduzir por clássicos da Oval Azul, pela Estrelinha, divas Italianas ou ainda por fumarentos da Família, ainda assim tivemos seis máquinas da casa inscritas em equipas do Clube, a saber:

Três na Equipa de Clássicos: Rui Viana / Ricardo Ferreira (944), Carlos Cunha / João Cunha (911 RS 2.7) e José Luis Esteves / João Serôdio (911 2.0);

e três na Equipa de Desportivos: Carlos Brizido / Luís Pinheiro (997 C4S), Carlos Lobo / Miguel Lobo (996 C4) e Carlos Poças / José Magalhães (944Turbo).

Numa prova longa, que começou em Guimarães e findou em Leiria, com passagem pelo Douro, serras do Caramulo e da Lousã, mais de 900 Km e 19 provas especiais, muita coisa poderia acontecer. A robustez das máquinas foi posta à prova, mas uma vez mais cumpriram e todos chegaram ao fim, conseguindo andamentos e classificações excelentes.

No final, a nossa participação saldou-se por uma brilhante vitória da Equipa nos Clássicos, à frente de equipas estrelas como o Ferodo Queimado e Eurorentlei. Nos Desportivos conseguimos o 3º lugar.

A nível individual, nos Clássicos: Rui Viana / Ricardo Ferreira - 5º Geral, 2º da Classe ; José Luis Esteves/ João Serôdio - 6º Geral, 1º Classe, Carlos Cunha/ João Cunha - 9º Geral, 1º Equipas Pai/Filho.

Nos Desportivos: Carlos Brizido / Luís Pinheiro - 4º Geral, Prémio CGDepósitos (vitória no K. Leiria), fazendo ainda 1º na Rampa do Caramulo (ex-aequo com C. Lobo), 2º lugares na Rampa da Penha, Slalom de Viseu e K. Figueiró dos Vinhos ; Carlos Lobo / Miguel Lobo - 6º Geral (a 1 décimo de ponto do 5º lugar, ao fim de todas as provas...), 1º Equipas Pai/Filho ; Carlos Poças / José Magalhães - 19º Geral e 2º Classe.

Assim, lá "colhemos" um total de 12 Troféus, numa prova em que houve grande camaradagem e convívio entre todos, independentemente das máquinas que estavam a conduzir.

Mas o mais importante de tudo foi o espírito de grupo.

Penso que marcámos muitos pontos perante todos os que participaram ou assistiram ao Rallye. Representámos bem o Clube, que claramente se posiciona como um Clube de referência no meio automóvel,

Um agradecimento especial ao Nuno Azevedo e ao Torres da Silva, pelo apoio logístico, presença e incentivos junto da equipa, a ainda aos autores das fotos patentes nesta reportagem.